Prefeitura de Saquarema, por meio da Secretaria Municipal de Saúde, inicia nesta segunda-feira a Campanha Nacional de Vacinação Contra a Gripe. Neste ano, a campanha terá uma organização respeitando as medidas preventivas da Pandemia do COVID-19 para evitar aglomerações.

Todos os idosos serão vacinados no segundo grupo prioritário, diferente de anos anteriores. A medida foi adotada pela Secretaria de Estado de Saúde para respeitar os prazos entre as doses da vacina do Covid-19 e a da Influenza.

Um dos motivos para a mudança na vacinação dos idosos foi a campanha de imunização contra o Covid. O Ministério da Saúde determinou que os idosos sejam vacinados após respeitar um prazo de 14 dias após a segunda dose da Coronavac ou a primeira dose da vacina Astrazenica/Oxford.

Para este ano, o público-alvo da campanha foi dividido da em grupos da seguinte forma:

No período de 19/04 a 10/05, a vacinação contra gripe será realizada em crianças de 6 meses a menores 6 anos;  Gestantes; Puérperas; Povos Indígenas e Trabalhadores de Saúde;

No período de 11/05 a 08/06, a vacinação será realizada para os idosos com 60 anos ou mais, além de professores.

A terceira fase da Campanha será entre os dias 09/06 e 09/07. Neste período, serão vacinadas as pessoas com comorbidades e deficiência permanente; caminhoneiros; trabalhadores do transporte coletivo; trabalhadores portuários; Forças de Segurança e Salvamento; Forças Armadas; adolescentes  e jovens sob medida socioeducativa, detentos e funcionários do sistema prisional.

“Estamos realizando duas campanhas de vacinação simultaneamente e o nosso efetivo da Saúde está todo empenhado para imunizar o maior número possível de saquaremenses. É muito importante que a população esteja atenta aos comunicados oficiais que a Prefeitura emite no site e nas redes sociais”, afirmou a Prefeita Manoela Peres.

“Os públicos prioritários devem ficar atentos. Quem tomou a vacina do Covid também deve tomar a da Gripe, já que uma vacina não deixa a pessoa imunizada para a outra doença”, completou o Secretário Municipal de Saúde, dr. João Alberto Teixeira Oliveira.

É importante alertar à população que NÃO serão vacinadas as pessoas fora destes grupos prioritários definidos pelo Ministério da Saúde. 

Há contraindicação para pessoas com alergia aos componentes da vacina, principalmente à proteína do ovo. Portadores de doenças neurológicas e síndrome Guillain-Barré devem consultar um médico antes de tomar a vacina e seguir suas orientações. Para pessoas que tenham apresentado febre recente, é recomendado adiar a vacinação até que o estado de saúde melhore.

De acordo com a Secretaria Municipal de Saúde, é importante que todo público-alvo se vacine, mesmo quem já se vacinou em outra ocasião, pois o imunizante usado sofre alterações em sua composição ao longo dos anos, conforme o cenário epidemiológico. Sendo assim, o Programa Municipal de Imunização (PMI) busca desenvolver um trabalho em parceria  com a Atenção Básica, Programa de Atenção Integral à Saúde da Mulher, Criança e Adolescente, Saúde do Idoso, Saúde do Trabalhador e neste esforço alcançar coberturas vacinais adequadas para a proteção da população em vulnerabilidade.