Em tempos de pandemia do Novo Coronavírus, onde toda a população mundial está preocupada com o desenvolvimento do Covid-19, outras doenças podem cair no esquecimento da população. Contudo, devemos continuar atentos a um grande problema que sempre atacou a população brasileira: a dengue.

Até a primeira semana de abril deste ano, o país já havia registrado 525.381 casos prováveis de dengue e 181 mortes provocadas pela doença. Em Saquarema, o último levantamento realizado pela Secretaria de Estado de Saúde, com dados da Secretaria Municipal de Saúde apontou 132 casos notificados de Dengue, com 1 caso confirmado; 58 casos notificados de Chikungunya, com 2 casos confirmados. Zika Vírus e Febre Amarela sem casos notificados ou confirmados.

O cuidado no combate ao mosquito transmissor da Dengue, Zika, Chikungunya e Febre Amarela deve ser redobrado.
Todas estas doenças são transmitidas pelo mosquito Aedes aegypti, muito comum em áreas urbanas. A reprodução do mosquito acontece em água limpa e parada e grande parte dos focos do Aedes está dentro de casa, assim as medidas preventivas envolvem o nosso quintal e ambientes vizinhos.

Para prevenir, é preciso combater. Confira dicas de tarefas que vão eliminar os focos:

• Limpar e nivelar calhas
• Guardar baldes e vasos vazios com a boca para baixo
• Evitar plantas que acumulem água
• Manter caixas d’água, cisternas e poços fechados
• Lavar bem ao menos 2 vezes por semana vasilhas de alimentação de animais
• Descartar lixo e entulhos
• Guardar pneus em local coberto
• Manter a lixeira externa sempre com tampa e protegida da chuva
• Tampar os ralos e vasos sanitários
• Manter a piscina sempre limpa e com cloro
• Não acumular água nas lajes

Embora o período do verão seja o mais propício à proliferação do mosquito Aedes aegypti, por causa das chuvas, a recomendação é não descuidar nenhum dia do ano e manter todas as posturas possíveis em ação para prevenir focos em qualquer época do ano. Rondas e vistorias de 10 minutos por semana nos quintais ou áreas externas das casas e apartamentos são suficientes para reduzir bastante os possíveis criadouros do mosquito.

Por determinação do Ministério da Saúde, as visitas dos Agentes Comunitários de Saúde estão sendo feitas de forma peridomiciliar, ou seja, os agentes entram nos quintais, mas estão orientados a não entrar nas residências por conta da pandemia do Covid-19. Além dos kits de trabalho, todas as equipes de ACS do município receberam outros kits de equipamentos de proteção individual, compostos por luvas, máscaras e álcool em gel 70%.

Prefeitura de Saquarema informa que o Programa Municipal de Controle de Vetores, da Secretaria Municipal de Saúde, está à disposição para orientações e solicitações através do email denguesaquarema@hotmail.com. Quem preferir, pode também utilizar o canal da Ouvidoria Municipal, pelo e-mail ouvidoria@saquarema.rj.gov.br