A Prefeitura de Saquarema, por meio da Secretaria Municipal de Saúde, está realizando ações educativas e de conscientização para o combate ao mosquito Aedes aegypti A ideia é convocar a população e turistas da cidade para unir esforços no enfrentamento ao mosquito transmissor das doenças dengue, zika e chikungunya. Hoje (01/03), equipes de Atenção à Saúde realizaram a distribuição de materiais informativos e educativos no Terminal de Bacaxá e na Rodoviária de Saquarema.

A mobilização pretende mostrar à população que a conscientização é a melhor forma de derrotar o mosquito, principalmente nos meses de novembro a maio, considerados o período epidêmico para as doenças transmitidas pelo Aedes aegypti. Neste período, o calor e as chuvas são condições ideais para a sua proliferação.

Dados nacionais apontam que o número de casos prováveis de dengue registrados no Brasil em janeiro deste ano mais que dobrou em comparação ao mesmo período de 2018. Segundo o Ministério da Saúde, até o dia 2 de fevereiro, o aumento era de 149%, passando de 21.992 para 54.777 casos prováveis (26,3 casos por 100 mil habitantes). Cinco mortes foram provocadas pela doença, sendo uma no Tocantins, uma em São Paulo, duas em Goiás e uma no Distrito Federal. Em 2018, foram notificados 23 óbitos por dengue.

Por estes e outros motivos, a Secretaria de Saúde de Saquarema lembra que é necessário intensificar agora as ações de eliminação do foco do mosquito para evitar surtos e epidemias das três doenças no verão. 10 minutos diários para cada morador ou turista em cuidar do seu quintal, por exemplo, reduz as chances de uma nova epidemia no país.