Nesta terça-feira, 01, comemora-se o Dia Mundial de Luta Contra a Aids. Essa data foi instituída como forma de despertar a necessidade da prevenção, promover o entendimento sobre a pandemia e incentivar a análise sobre a aids pela sociedade e órgãos públicos. No Brasil, a data começou a ser comemorada no final dos anos 1980, envolvendo os governos federal, estaduais, distrital e municipais e organizações sociais. Por conta da pandemia do Novo Coronavírus, não serão realizadas ações neste ano em Saquarema.

Em Saquarema, a população tem acesso ao diagnóstico e tratamento gratuito para a doença. Todo o acompanhamento médico e psicológico é realizado na Casa Amarela, que funciona na Rua Waldir Macedo da Silva, lt 75, casa 2, Verde Vale (em frente à Cidade da Saúde). Além da AIDS, a Casa Amarela oferece tratamentos e exames para Tuberculose, Hanseníase, Sífilis, Esporotricose, Hepatites e demais IST’s.

Outra forma de acesso aos exames são os postos de ESF (Estratégia de Saúde da Família). Todas as unidades estão habilitadas a realizar o exame que busca diagnosticar a doença, além de realizar a distribuição gratuita de preservativos (camisinhas).

A AIDS é uma doença crônica causada pelo vírus HIV, que danifica o sistema imunológico e interfere na habilidade do organismo em lutar contra outras infecções. A Aids (sigla para acquired immunodeficiency syndrome – síndrome da imunodeficiência adquirida, em português) também facilita a ocorrência de alguns tipos de câncer, como sarcoma de Kaposi e linfoma, além de provocar perda de peso e diarreia. Apesar de ainda não existir cura para a doença, atualmente há tratamentos retrovirais capazes de aumentar a expectativa de vida dos soropositivos.

Por isso a importância da prevenção! O HIV é transmitido principalmente por relações sexuais (vaginais, anais ou orais) desprotegidas, isto é, sem o uso do preservativo; e compartilhamento de seringas e agulhas contaminadas com sangue, o que é frequente entre usuários de drogas ilícitas – que também podem contrair mais doenças, como hepatites.

Nem todas as pessoas infectadas pelo HIV apresentam sintomas. Por isso, a testagem para HIV é recomendada para todas as pessoas, especialmente aquelas com vida sexual ativa. Os centros de testagem do SUS realizam não só o teste rápido para HIV (em sangue ou saliva) bem como exames para Hepatites B, C e Sífilis.

Para mais informações, o morador pode procurar a Casa Amarela (endereço acima) ou se informar no site unaids.org.br